Notícias Fecomercio

19 de junho de 2018

Viagens internacionais devem cair em julho com alta do dólar


Sondagem realizada pelo Conselho de Turismo da FecomercioSP em parceria com a Panrotas aponta que 52% dos empresários entrevistados acreditam que as vendas diminuirão no próximo mês

O Conselho de Turismo da FecomercioSP realizou, em parceria com a Panrotas, a segunda sondagem do Indicador de Turismo Panrotas-Fecomercio/SP, envolvendo empresários da indústria (representando principalmente agências de viagens, operadoras, hospedagem e eventos), com o objetivo de entender os impactos da desvalorização do real para o seu negócio e as mudanças no comportamento do consumidor, sobretudo em relação às férias de julho.

Para 70% dos entrevistados, o dólar deve continuar pressionado nas próximas semanas, sendo que 34% acreditam que a cotação tende a ultrapassar a barreira dos R$ 4 por dólar. Dos 30% restantes, 23% foram os que disseram que a moeda deve permanecer na casa dos R$ 3,70, e somente 7% consideram que o real tende a se valorizar.

Essa expectativa do empresariado do turismo de que o dólar se valorize ainda mais gera consequências negativas para o desempenho do setor. Ainda de acordo com a sondagem, a maioria (52%) respondeu que as vendas no próximo mês (julho) devem diminuir. Mesmo para os 21% que esperam crescimento, a elevação deve ficar abaixo da expectativa, e apenas 27% seguem otimistas e não esperam impacto em suas previsões. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias