Notícias Fecomercio

23 de abril de 2018

Remessas atingem recorde em 2017, anuncia Banco Mundial


Países com rendas baixas e médias receberam US$ 466 bilhões no ano passado

Os envios de dinheiro de imigrantes aos seus países de origem tiveram um novo recorde em 2017, após dois anos seguidos em queda, conforme as informações divulgadas nesta segunda-feira (23) pelo Banco Mundial. A recuperação superior que à esperada nas remessas foi impulsionada pelos crescimentos da Europa, da Rússia e dos Estados Unidos.

A estimativa é de que as remessas chegaram a US$ 466 bilhões para países com rendas baixas e médias no ano passado, uma alta de 8,5% em relação aos US$ 429 bilhões no ano anterior. Para 2018, o aumento deve ser de aproximadamente 4%, chegando a US$ 485 bilhões.

Os países com mais recebimentos foram Índia (US$ 69 bilhões), China (US$ 64 bilhões), Filipinas (US$ 33 bilhões), México (US$ 31 bilhões), Nigéria (US$ 22 bilhões) e Egito (US$ 20 bilhões).

 

Voltar para Notícias