Notícias Fecomercio

5 de abril de 2018

Plataforma da FecomercioSP orienta comerciantes e consumidores sobre Logística Reversa de eletroeletrônicos


Site da Federação tem como objetivo evitar descarte inadequado e contribuir para um planeta mais sustentável

O uso de equipamentos eletroeletrônicos se intensificou nos últimos anos com o avanço tecnológico e com a popularização dos smartphones no Brasil. Apesar da praticidade que esses itens proporcionam ao nosso cotidiano, o descarte deles ainda é um problema.

Um relatório internacional elaborado pela Universidade das Nações Unidas (UNU) aponta que, em 2016, o mundo gerou 44,7 milhões de toneladas de lixo eletrônico. Desse montante, apenas 20% – 8,9 milhões de toneladas – foram reciclados. A previsão para 2021 não é nada animadora: o número deve alcançar 52,2 milhões de toneladas.

Geralmente, esses materiais terminam em lixões e aterros e podem liberar até metais pesados, como o chumbo. O descarte irregular polui o meio ambiente e, consequentemente, representa uma ameaça à nossa saúde.

Para minimizar esse impacto e promover o descarte correto desses e outros produtos, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) lançou a plataforma sobre Logística Reversa, com um ambiente específico para os resíduos de Eletroeletrônicos, com orientações sobre o tema.

O site tem caráter informativo e visa contribuir para um planeta mais sustentável, além de tornar os sistemas de Logística Reversa exequíveis e, principalmente, a um custo mínimo para o comércio. Os consumidores também podem encontrar os endereços dos pontos de entrega cadastrados no Estado de São Paulo. A lista conta com cinco pontos na capital paulista, mais três em Campinas, dois em Sorocaba e dois em São José dos Campos, um em Cotia e um em Votorantim, no interior. Os parceiros definirão, em conjunto, como o sistema será ampliado para todo o estado.

Podem ser descartados nos pontos de entrega aparelhos de telefone, celulares e seus acessórios, videogames, acessórios eletrônicos, câmeras fotográficas digitais, câmeras de segurança, webcams e análogas, impressoras e copiadoras de uso doméstico, computadores, tablets, notebooks, videogames e consoles de jogos de vídeo portáteis, entre outros. Confira a matéria completa aqui.

Voltar para Notícias