Notícias Fecomercio

20 de dezembro de 2018

Pelo quarto mês consecutivo, atacado paulista gera vagas com carteira assinada


Segundo a FecomercioSP, setor encerrou outubro com estoque ativo de 506.382 empregos formais

 

O comércio atacadista no Estado de São Paulo voltou a gerar vagas com carteira assinada pelo quarto mês consecutivo. Em outubro, foram criados 1.226 postos de trabalho, resultado de 16.245 admissões contra 15.019 desligamentos. Com isso, o setor encerrou o mês com um estoque de 506.382 empregos formais, alta de 1,5% em relação ao mesmo período de 2017, maior patamar desde setembro de 2015. Nos dez meses de 2018, o saldo se manteve positivo em 8.232 vínculos celetistas. Na soma dos últimos 12 meses, 7.360 postos de trabalho formais foram abertos.

Os dados são da Pesquisa de Emprego no Comércio Atacadista do Estado de São Paulo (PESP Atacado), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) com base nos dados do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e das informações sobre movimentações declaradas pelas empresas do atacado paulista. A pesquisa mostra o comportamento do mercado de trabalho formal no comércio atacadista em 16 regiões e dez ramos de atividades.

No acumulado dos últimos 12 meses, o destaque ficou por conta do comércio atacadista de atividades de máquinas de uso comercial e industrial, com 1.997 vagas, o que representa um aumento de 3,9% no estoque de empregados em relação a outubro de 2017, a maior taxa entre os dez segmentos analisados. Na sequência, os produtos farmacêuticos e higiene pessoal (3,2%) e o setor de papel, resíduos, sucatas e metais (3%). Os segmentos de vestuário, tecidos e calçados (-0,9%) e materiais de construção, madeira e ferramentas (-0,3%) foram os únicos a sofrer queda na mesma base comparativa. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias