Notícias Fecomercio

11 de maio de 2018

O movimento negro é um movimento de heróis, diz José Vicente


Reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares conta sua história em entrevista ao UM BRASIL e fala da luta contra o racismo e a discriminação enfrentada pelos negros no País

A necessidade de ampliar os próprios horizontes fez com que José Vicente enfrentasse uma constante luta contra o racismo e a discriminação contra os negros no País. Em entrevista ao UM BRASIL, o reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares conta a trajetória do jovem que saiu de Marília, no centro-oeste de São Paulo, para trabalhar e estudar na capital paulista.

Em conversa com Leandro Beguoci, o fundador e reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares critica o posicionamento da sociedade em relação ao tema e diz que a maioria das pessoas prefere negar a existência do problema ou afirmar que, se ele existe, é tão fragmentado que não produz malefício nenhum.

“O movimento negro de hoje é um movimento de heróis, de guerreiros, sobreviventes que lutam uma luta justa, mas que, na maioria das vezes, é uma luta solitária contra tudo e contra todos”, afirma José Vicente.

A universidade foi inaugurada em 2003 justamente com o objetivo de empoderar os negros para que eles possam mudar suas histórias. A instituição oferece, segundo Vicente, mecanismos para que esses jovens combatam o preconceito.

“Precisamos de um espaço em que possamos conscientizar as pessoas e adverti-las dessa maquinaria de moer gente que são o racismo e a discriminação no mundo todo, mas que ocorrem de uma forma muito definitiva no Brasil. Se a gente não ensinar as pessoas a identificar e a se armar para combater isso, elas serão vítimas de um processo em que, na maioria das vezes, terão poucas possibilidades de poder fazer um bom combate”. Assista à entrevista completa aqui.

 

Voltar para Notícias