Notícias Fecomercio

26 de abril de 2018

Índice de Estoques tem alta de 1,1% em abril, porém, por maus motivos, aponta FecomercioSP


Segundo a Entidade, resultado foi motivado pela queda na proporção de empresários que declararam ter falta de produtos nas prateleiras

O Índice de Estoques (IE) do varejo na cidade de São Paulo teve alta de 1,1% em abril, ao passar de 113,3 pontos em março para 114,6 pontos no mês atual. Em relação ao mesmo período de 2017, o indicador subiu 16%. Neste mês, a parcela de empresários que consideraram seus estoques adequados foi de 57,1%, altas de 0,7 ponto porcentual (p.p.) em relação a março; e de 7,9 p.p. se comparado ao mesmo mês de 2017.

Os dados são levantados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e captam a percepção dos varejistas sobre o volume de mercadorias estocadas nas lojas, variando de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total). A marca dos cem pontos é o limite entre inadequação e adequação.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, a alta, no entanto, deu-se por maus motivos, já que a queda de 1 p.p. na proporção de empresários que declararam ter estoques abaixo do adequado (12,6%) pode indicar uma desaceleração no ritmo de retomada das vendas.

Além disso, a parcela de empresas com excesso de produtos nas prateleiras avançou 0,5 ponto porcentual, ao passar de 29,5% em março para 30% em abril. Ou seja, mais comerciantes afirmam ter mercadorias paradas, enquanto menos empresários afirmam que precisam repor os estoques. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias