Notícias Fecomercio

24 de maio de 2018

Bancos pagarão à vista quem aderir a acordo dos planos econômicos


Compensação deve beneficiar cerca de 3 milhões de pessoas   

Os três principais bancos privados do Brasil (Itaú, Bradesco e Santander) anunciaram que pagarão à vista, independentemente do valor, a compensação financeira das perdas de quem tinha poupança nos planos econômicos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991).

A habilitação dos poupadores já pode ser feita por meio de uma plataforma disponibilizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). No total, a compensação deve injetar R$ 12 bilhões na economia e beneficiar cerca de 3 milhões de pessoas.

O cadastro é feito no site pelos próprios poupadores ou seus representantes legais. Após isso, cada banco terá até 60 dias para analisar e validar a documentação. Em caso de negativa, o interessado ainda poderá recorrer.

De acordo com o acordo que foi homologado em março pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o pagamento será à vista, em até 15 dias, para quem tem até R$ 5 mil para receber. Entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, a indenização poderá ser feita em uma parcela à vista e duas semestrais. Acima dos R$ 10 mil, os pagamentos serão feitos em uma parcela à vista e quatro semestrais.

 

Voltar para Notícias