Notícias Fecomercio

28 de março de 2018

Após cinco altas consecutivas, confiança do consumidor de São Paulo recua 4,1% em março


Segundo a FecomercioSP, queda já era esperada dado que os efeitos positivos do 13° salário e do reajuste do salário mínimo sobre a confiança se dissipam em março

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) do município de São Paulo recuou 4,1% em março, ao passar de 120,6 pontos em fevereiro para 115,6 pontos. A queda interrompe uma sequência de cinco altas consecutivas. No comparativo anual, porém, o ICC registrou elevação de 5,7%.

O ICC é elaborado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), e a escala de pontuação varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

Os dois componentes do indicador também apresentaram queda na passagem de fevereiro para março. O Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA) recuou 7,1%, passando de 99,1 para 92,1 pontos. Em relação a março de 2017, porém, o indicador registrou alta de 37,9%. O Índice das Expectativas do Consumidor (IEC) caiu 2,6%, ao passar de 134,9 pontos em fevereiro para 131,3 pontos em março. No comparativo interanual, o índice registrou queda de 4,7%.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, nos dois primeiros meses do ano a confiança dos consumidores, em geral, reflete os efeitos positivos dos recursos do décimo terceiro salário e do reajuste do salário mínimo. No entanto, esses fatores se dissipam em março, o que motiva essa retração do indicador. Confira a matéria completa aqui.

Voltar para Notícias