Home

  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner

Lojistas esperam 5% de crescimento nas vendas


Amplie a foto

Lojas do comércio de rua capricham na decoração para o Dia dos Namorados (BEATRIZ ZAMBONATO SANTOS)

   Os comerciantes de Jaú estão otimistas em relação ao Dia dos Namorados. A expectativa de crescimento de vendas para a data é de 5%, de acordo com o Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio) de Jaú, seguindo a projeção adotada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) para as vendas do varejo paulistano, as quais apontam também crescimento de 5% em relação à 2016, alcançando R$ 16 bilhões – os dados foram divulgados no site da federação. 
Para o mês de junho, o comércio varejista paulista deve faturar, segundo a Fecomercio-SP, R$ 48,6 bilhões, o que garante alta real de 3% na comparação com o mesmo período do ano passado. 
   O presidente do Sincomercio de Jaú, José Roberto Pena, explica que a expectativa é grande para a data, principalmente pela proximidade com o dia do pagamento dos consumidores. 
O preço médio para cada presente será de R$ 150 a R$ 200, na avaliação de Pena. “Vestuário é o item que mais vende, seguido por acessórios e perfumaria. Nós estamos otimistas em função do clima, que está mais frio, e também porque as pessoas deixam para comprar de última hora.” 
Os estabelecimentos estão oferecendo promoções e preços mais competitivos e Pena atribui esse fato à crise, uma vez que as lojas tiveram que se reinventar para atrair os consumidores que se tornaram mais exigentes. Há quem está até mesmo apostando em sorteios para conquistar os clientes (leia texto). 
   A Fecomercio-SP aponta, em seu site, que as bijuterias estão mais baratas que em 2016 (-11,08%) enquanto os preços de joias caíram 0,76%. Os agasalhos femininos tiveram queda de 11,22%; bolsa (-4,81%) e agasalho masculino (-2,47%). Em alta, estão os preços de tênis (18,43%); sandália (7,82%); sapato masculino (7,56%) e lingerie (4,82%). 
As lojas do comércio central de Jaú estarão abertas nesta amanhã em horário estendido das 9h às 22h para atender aos namorados (as) que deixaram para comprar seus presentes de última hora. No sábado, o horário de funcionamento é das 9h às 17h. 

Política 

    Ainda não é possível dizer o impacto que a crise político-econômica terá no Dia dos Namorados, porém, certamente traz incertezas na vida do consumidor. Esse fato, somado ao cenário dos últimos anos, faz que as pessoas tendam a agir de forma conservadora e, portanto, economizem, de acordo com o economista João Pedro Coneglian. “É importante ressaltar que a crise econômica brasileira atual é interna, causada por má condução das políticas econômicas, ou seja, diretamente relacionada à crise política”, comenta.


Muita criatividade

   Para atrair o consumidor na hora das vendas vale tudo! E os lojistas jauenses estão se apoiando nessa tática para conquistar os clientes no Dia dos Namorados. Vale dar desconto, fazer promoções, realizar sorteios e até intermediar a declaração com a pessoa amada. 
   O gerente das Lojas Silva, de Jaú, Daniel Alexandre Rovero, espera aumentar, de hoje até sábado, 25% de suas vendas. Para isso, ele aposta em sorteio de três jantares românticos para seus clientes, porém, no cupom o participante poderá fazer uma declaração para seu companheiro (a) que ficará colada e exposta no vidro da loja até sábado, quando serão descobertos os ganhadores da promoção. 
   A expectativa de venda da gerente da Kailua Bolsas, Patrícia Duarte Batista, para a data é de 80% em relação ao Dia das Mães. O carro-chefe da loja são bolsas e o valor médio do presente varia de R$ 79 a R$ 249. Ela percebe que, no entanto, não são os namorados que estão comprando mais. “Os casados são os que mais presenteiam. Percebo que é um cuidado com o matrimônio”, cita. 
   O lojista deve ter dedicação para inovar nesse período. O economista João Pedro Coneglian comenta que estratégias criativas, como lançamentos de pacotes mais baratos para os consumidores ou especiais para a ocasião, servem como uma tática. “A aposta é realmente na criatividade e uma estratégia de marketing mais aprofundada, treinando os funcionários, inclusive, para um fluxo maior de pessoas”, ressalta. (ACM)

Fonte: Jorn al O Comércio de Jahu


<< Voltar

    (14) 3622-5883 / 3624-5037
    Rua Rolando Damico, 381 - Vila Assis - Jaú - SP

    Imagem