Home

  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner

Como fazer um “pitch” de sucesso


Amplie a foto

Demonstrar conhecimento sobre público-alvo, mercado e custos para criação, operação e manutenção são fundamentais para cativar investidores (Arte TUTU)

Com informações de Raíza Dias 

Conquistar investimento externo é algo muito almejado por quem idealizou um negócio. Isso pode ser possível em uma exposição de três a cinco minutos nos chamados pitchs, que nada mais são do que apresentações em que criadores e investidores ficam frente a frente. 

A fundadora da The Speaker, Livia Bello, é especialista no assunto e dá algumas dicas para esse momento. A primeira delas é: conheça o público-alvo. "O principal erro é o idealizador do negócio não conhecer o público da solução desenvolvida", diz Livia. Ela considera necessário fazer com que o investidor compreenda o mercado a ser atingido e as informações sobre o público focado são cruciais nesse sentido. 

É preciso ainda ser atrativo logo no começo, prendendo a atenção do investidor na abertura da apresentação. "Convença o ouvinte de que sua ideia é boa. Crie uma mensagem de impacto que chame a atenção do público. Seja falando do problema que sua ideia se propõe a resolver, seja imaginando como seria a vida do consumidor com aquela solução.” 

A terceira dica de Livia é que sejam apresentados números como: demanda, custo da criação, operação e manutenção, quantidade de usuários ativos e a serem atingidos, receita, metas de venda, concorrência, situação do mercado específico e os planos traçados para alcançar os objetivos desejados. Assim, os investidores terão ainda mais clareza do mercado em que o negócio se desenvolverá. 

Ainda de acordo com ela, é interessante expor um “background” dos idealizadores, ou seja, falar sobre trajetória e experiência profissionais dos criadores do negócio. 

E para encerrar a apresentação, a sugestão é um discurso marcante. "Fale sobre os sonhos que envolvem essa ideia e finalize com uma mensagem que toque as pessoas.” 

Todas as etapas podem contar com o recurso de conteúdo audiovisual. Porém, Livia é categórica ao ressaltar a importância da fala e do cuidado para não usar exageradamente os slides, imagens e textos. "No pitch, 93% da apresentação são informação verbal e voz. Prepare-se e pratique muito."

Confira a matéria publicada na revista C&S.

Fone: Fecomércio-SP


<< Voltar

    (14) 3622-5883 / 3624-5037
    Rua Rolando Damico, 381 - Vila Assis - Jaú - SP

    Imagem