Home

  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner

Conteúdo para conquistar clientes


Amplie a foto

Perguntas que os clientes fazem nos canais de atendimento podem virar temas para serem abordados (Arte/TUTU)

Por Jamille Niero

Baseado na construção de um relacionamento com o consumidor, o inbound marketing é um conjunto de estratégias que têm como objetivo atrair público para o site (ou loja virtual) da empresa. A ideia é criar conteúdo relevante para quem se deseja conquistar, em diferentes formatos como blogs, e-books, vídeos e lives.

Para o presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e CEO da Ebit, Pedro Guasti, o conceito pode ser aplicado por empresas de qualquer porte, desde que seja feita uma análise detalhada de alguns pontos: “qual produto será impactado, que tipo de conteúdo será desenvolvido e quais canais serão atendidos”.

De acordo com ele, um plano de ações com esse foco pode ter um custo bastante baixo, porém deve-se sempre levar em conta o trabalho operacional do que será produzido e as ações de marketing que serão realizadas.

Conhecimento
Muitos pequenos empresários geralmente são especialistas no que vendem e podem falar com propriedade de assuntos relacionados aos produtos comercializados, aponta Francisco Cantão, sócio-diretor da agência de marketing digital Proxy Media. 

Por isso, para quem está começando agora a investir nessa estratégia, a dica é criar um blog com artigos sobre temas que domina: quem vende cervejas ou vinhos, por exemplo, pode falar sobre os tipos que existem, com quais alimentos combinam, a forma correta de armazenar, etc. “Sempre tendo em mente que o conteúdo deve ser de qualidade e relevante para o seu público”, aponta Cantão.

Vale divulgar o que publicou no blog nas redes sociais nas quais a empresa possui perfil, para atrair leitores. “É o canal mais simples para os pequenos começarem. E-books e vídeos são o segundo passo, porque precisam de certo cuidado na produção, para não ficar com cara de ‘amador’ e se perder no meio de tantos materiais similares”, ensina. Também nessa etapa existe a opção de deixar apenas parte do conteúdo com acesso livre, pedindo para o internauta preencher um cadastro para liberar o completo. Outra dica é ficar atento às perguntas que os clientes fazem nos canais de atendimento – elas podem virar temas para serem abordados.

Fidelização 
Para os especialistas, é uma boa forma de fidelizar o cliente, que pode ter aquela empresa como fonte de referência em determinado assunto. “É mais fácil as pessoas comprarem de uma companhia que se identificam”, argumenta Gleyce Oliveira, gerente de marketing da Petlove, e-commerce especializado em produtos para pets.

A companhia, que existe desde 1999 (no comércio eletrônico, iniciou as atividades em 2005), investe na presença em mídias sociais como o Facebook (sua fanpage tem mais de 785 mil seguidores) e o YouTube (com alguns vídeos que ultrapassam as 200 mil visualizações), e possui ainda um blog. Todos contam com conteúdo frequente, produzido pelo fundador da marca, Marcio Waldman, e por alguns colaboradores parceiros, sempre com dicas voltadas para o universo dos animais de estimação.

Segundo Gleyce, não basta também produzir um conteúdo interessante e atrair o consumidor para sua página, se depois não aproveitar esse momento. “É uma excelente hora para propor que ele se cadastre para receber uma newsletter e ficar sabendo dos próximos conteúdos”, diz. É preciso apenas ter cuidado para não fazer spam e deixar os canais abertos para o consumidor se comunicar com a marca.

Fonte: Fecomércio-SP


<< Voltar

    (14) 3622-5883 / 3624-5037
    Rua Rolando Damico, 381 - Vila Assis - Jaú - SP

    Imagem