Home

  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner

Lojas de Jaú recebem currículos de temporários


Amplie a foto

Ri Happy, no shopping, pretende contratar funcionários neste fim de ano BEATRIZ ZAMBONATO SANTOS

  O fim de ano representa uma oportunidade para quem está desempregado conseguir uma graninha extra. O período é marcado pelas contratações de trabalhadores temporários, que suprem a demanda existente com as compras de Natal. 
   Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontam que Jaú registrou queda de 95 postos de trabalho no comércio entre janeiro a setembro de 2016. Nos nove primeiros meses de 2016, os estabelecimentos comerciais contrataram 3.091 trabalhadores e demitiram 3.186 pessoas do setor.
   Para quem deseja obter vaga nesse período e, quem sabe, conquistar sua permanência na loja é válido que comece a enviar seu currículo (veja quadro). 
   O presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio) de Jaú e Região, José Roberto Pena, acredita que os lojistas deverão contratar cerca de 300 pessoas. Há três anos, o número de trabalhadores chamados para o período variava de 400 a 600 – na comparação com 2016, a queda é de 20% nas admissões. 
   “É bastante, mas vem de encontro com a realidade que estamos vivendo em nosso País, com muitas empresas fechando, crédito escasso e fluxo de pessoas nas lojas diminuindo”, salienta. Embora a demanda seja menor, ele ressalta que há necessidade dos comerciantes de contratar temporários para o fim de ano, pois a maioria das empresas está operando com limite de funcionários e esses novos trabalhadores poderão atender o volume de vendas no Natal. 
   O fim de outubro e começo de novembro são os meses ideais, segundo Pena, para a entrega de currículos, caso o indivíduo deseje atuar como temporário. Ele cita que ainda há a oportunidade desse funcionário ser efetivado (leia texto). 


Diminuição

   A queda no número de contratações de temporários também é percebida pelo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jaú, Alexandre Ivan dos Santos. “Percebemos há três anos que os números vêm caindo em razão da situação econômica”, salienta.  
  Ele cita que os setores de vestuário, calçadista e eletroeletrônico costumam contratar profissionais para atuar como temporários nessa época do ano. A principal dica para quem quer conseguir sua vaga é simples, segundo ele. “Basta procurar o sindicato dos comerciantes, uma vez que as lojas costumam anunciar suas vagas nesse espaço, e também ficar de olho nas oportunidades que surgem nas redes sociais”, complementa.

Fonte: Jornal O Comércio do Jahu


<< Voltar

    (14) 3622-5883 / 3624-5037
    Rua Rolando Damico, 381 - Vila Assis - Jaú - SP

    Imagem