Home

  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner

Dólar alto deve impactar as importações para o Natal


Amplie a foto

Empresários do comércio e da indústria já estão organizando os pedidos de importados e ajustando seus estoques para a data (Arte/TUTU)

A alta cotação do dólar, causada pela atual imprevisibilidade política e econômica, deverá impactar alguns dos produtos importados consumidos na data, como bacalhau, vinho e frutas secas, além de jogos e brinquedos. Isso porque os empresários do comércio e da indústria já estão organizando os pedidos de importados e ajustando seus estoques para o Natal, data mais importante para o varejo. O alerta é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O câmbio é um dos desafios a ser enfrentado pelos empresários, que precisam lidar com a inflação em 9,5%. Vale lembrar que a cotação do dólar chegou neste ano a R$ 4,20, maior patamar desde o início do Plano Real.

Para contextualizar, a média da moeda americana entre agosto e setembro de 2014 foi de R$ 2,30, enquanto no mesmo período deste ano  atingiu R$ 3,70. Isso quer dizer que, no curto intervalo de um ano, a desvalorização do Real foi de 60%.

Diante de um cenário tão desfavorável, o brasileiro que não quiser deixar a tradição de lado neste Natal deverá procurar opções nacionais na hora de montar a ceia e de presentear.

A assessoria econômica da FecomercioSP ressalta que a alta dos preços não será repassada integralmente aos consumidores, já que uma parte das encomendas foi feita com o chamado hedge, ou seja, com a segurança de um câmbio menor no passado. Além disso, com a forte queda de demanda, o empresário terá de cortar parte do lucro para conseguir ganhar mercado.

Cenário econômico
Vale destacar que o atual quadro recessivo da economia brasileira é consequência de uma série de equívocos de políticas adotadas nos últimos anos, como a interferência no preço da energia e dos combustíveis, a expansão dos gastos públicos e a falta de incentivo aos investimentos. Os analistas já temiam um cenário ruim, mas o que impressionou foi a intensidade da retração da atividade em 2015.

Os efeitos desta crise são danosos, principalmente, para o consumidor, que vê sua renda ser corroída pela inflação e o desemprego bater à sua porta. O baque chegou ao comércio varejista, que registrou queda nas vendas em todas as datas comemorativas ocorridas até agora. 

Fonte: Fecomércio-SP


<< Voltar

    (14) 3622-5883 / 3624-5037
    Rua Rolando Damico, 381 - Vila Assis - Jaú - SP

    Imagem