Home

  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner
  • Banner

Promoções pós-Copa atraem clientes que buscam camisas de seleções


Amplie a foto

A Copa do Mundo ajudou a elevar o volume de vendas do comércio eletrônico, como aconteceu nas últimas edições do evento. No entanto, segundo o levantamento Webshoppers, divulgado no final de julho pela E-bit, apenas 11% dos entrevistados disseram ter sido motivados a comprar algum produto por causa do Mundial. No período que antecedeu a competição, foi verificado um considerável aumento de vendas de aparelhos de TV e produtos correlatos ao evento, como camisas de time e bolas de futebol. Agora que o evento esportivo acabou, as lojas que reforçaram seus estoques de artigos esportivos das seleções participantes da Copa lançam mão de alguns  artifícios para continuar com as vendas em alta.

Um exemplo é a loja online FutFanatics, especializada em camisas de clubes e seleções do futebol brasileiro e mundial, que está promovendo o “Saldão da Copa”, oferecendo descontos na aquisição dos materiais esportivos.  “Realizamos uma projeção de vendas para o período do Mundial e conseguimos chegar bem perto do esperado. É complicado acertar a previsão pois o desejo do cliente em comprar um produto esportivo está diretamente relacionado ao desempenho da seleção ou do time em campo”, explica o coordenador de marketing digital da loja, Lucas Ferracioli. De acordo com ele, as camisas de equipes que saíram antes do esperado, como Espanha e Itália, por exemplo, acabaram ficando mais tempo no estoque. Em contrapartida, produtos de equipes como Holanda e Alemanha, que chegaram às semifinais, esgotaram rapidamente, com procura continua por parte dos consumidores, quase um mês depois de encerrado o evento, conforme pedidos registrados na Central de Relacionamento e nas redes sociais.

Copa impulsiona não só a venda de camisas

O período da Copa do Mundo teve resultado positivo nas vendas de todas as categorias do site e não apenas em produtos das seleções, comenta Ferracioli. Desde sua abertura, há dois anos e meio, os meses de junho e julho deste ano foram os melhores em vendas. “O crescimento em vendas durante os meses de junho e julho chegou a 30%, comparado a meses anteriores”, diz o coordenador, que acrescenta que a loja possuía em estoque as camisas de quase todas as seleções participantes do Mundial - apenas o uniforme do Irã não foi colocado à venda.

Como a loja ainda está realizando o ‘Saldão da Copa’, oferecendo descontos de até 50% em produtos das seleções, a busca ainda é variada. “Nas redes sociais, conseguimos perceber um interesse grande pelas equipes que chegaram às fases finais, como Argentina, Holanda e Alemanha. Os produtos do Brasil vinham tendo boa venda até a eliminação da seleção, que deixou muitos torcedores desmotivados”, relata. A procura pela nova camisa da campeã Alemanha, com as quatro estrelas e o patch de tetracampeã mundial, também é grande, apesar de ainda não ter sido lançada pela fabricante.

Para as Olimpíadas de 2016, próximo grande evento esportivo que o Brasil sediará, a expectativa com as vendas de artigos esportivos é grande. “Apesar da loja ser especializada em produtos de clubes e seleções de futebol, estamos ampliando nosso mix de produtos. Hoje já temos categorias com produtos de basquete, vôlei, rugby e UFC e pretendemos aumentar ainda mais esta variedade, sem perder a nossa essência ‘futebolística’”, conclui Ferracioli.

Fonte: Fecomércio-SP

Foto: Lojas online que vendem artigos esportivos lançam mão de alguns artifícios para continuar com as vendas em alta (Arquivo/Sxc.hu)

 


<< Voltar

    (14) 3622-5883 / 3624-5037
    Rua Rolando Damico, 381 - Vila Assis - Jaú - SP

    Imagem